Seja bem-vindo! Hoje é

Terena de 18 anos é eleita miss indígena em Dourados


A terena Suzeth Martins Freitas, de 18 anos, moradora na aldeia Jaguapiru, foi eleita miss indígena 2011. O concurso, realizado segunda-feira à noite, faz parte da programação em comemoração ao Dia do Índio, elaborada pelo Núcleo de Assuntos Indígenas da Prefeitura de Dourados e pela Unigran.

O prefeito Murilo Zauith prestigiou a escolha da mais bela índia de Dourados, que aconteceu no salão de eventos da Unigran. Além do concurso, a programação inclui seminário, ação social, apresentações culturais, recreação, jogos, cinema, música, torneios, exposição e palestra.

A escolha da Miss Indígena é aguardada sempre com muita expectativa por parte da comunidade das aldeias Jaguapiru, Bororó e Panambizinho. Neste ano, oito jovens índias disputaram o título.

A primeira colocada recebeu a premiação das mãos do prefeito Murilo Zauith. A segunda colocada foi Edna Aêdo Jerônimo e a terceira Talita Ramos Machado.

Para eleger as três garotas foi criado um corpo de jurados formado por seis pessoas, sendo três indígenas e três não índios. Os jurados avaliaram quesitos como beleza corporal, simpatia, atuação na passarela, beleza/estética intercultural e cultura/costume/tradição. As candidatas fizeram duas apresentações aos jurados, sendo uma com traje social e outra com trajes típicos de suas respectivas etnias.

Suzeth Martins Freitas, a vencedora do concurso, tem 1,65 de altura e pesa 56 quilos. Pratica futebol, é torcedora do Santos e gosta de música gospel.

Edna Jerônimo, segunda colocada, é filha de pai terena e mãe guarani. Tem 18 anos, 1,65 de altura e pesa 50 kg. Pratica vôlei, gosta de sertanejo e também é torcedora do Santos.

A terceira colocada Talita Machado é terena, tem 19 anos, 1,60 de altura e 52 quilos. É torcedora do Corinthians.

Apresentações
O público que lotou completamente o salão de eventos da universidade assistiu ainda a uma palestra e várias apresentações de artistas índios, principalmente na área musical, e conheceu um pouco da cultura indígena através de danças típicas.

A palestra “Identidade, Estética e Performance Intercultural” foi proferida por Almires Martins Machado, índio guarani-terena, graduado em direito pela Unigran, mestre em direitos humanos e doutorando em antropologia pela Universidade Federal do Pará.

O prefeito Murilo Zauith, que permaneceu no local desde o início do concurso, reafirmou seu propósito de lutar por maior valorização da comunidade das aldeias e dar mais visibilidade aos fatos positivos que envolvem os índios. Pelo índice populacional, Murilo entende que reserva indígena é um município dentro do município de Dourados e acredita que o caminho é dar condições para que a área possa, cada vez mais, adquirir sua autonomia.

A noite em homenagem aos índios foi aberta pela pró-reitora de Ensino e Extensão da Unigran, Terezinha Bazé de Lima, que falou a respeito da importância dos projetos que a universidade desenvolve nas aldeias e destacou a grande participação de integrantes da comunidade indígena em cursos universitários. Bazé agradeceu o apoio da prefeitura na realização do evento e afirmou que parcerias são fundamentais para o sucesso e a qualidade dos eventos.


fonte:msnoticias.com.br

Nenhum comentário: