Seja bem-vindo! Hoje é

Seminário discute conservação e uso sustentável de terras indígenas

Povos indígenas, pesquisadores e representantes de instituições voltadas às questões relacionadas aos índios no Brasil se reuniram no seminário Situação Socioambiental das Terras Indígenas do Pará, realizado entre os dias 7 e 09 de junho, em Belém, para discutir e apresentar propostas para a formulação de políticas de conservação e uso sustentável das terras habitadas pelos índios.

No evento, grupos indígenas de várias etnias mostraram as dificuldades vivenciadas em suas terras e apresentaram alternativas para a solução dos problemas socioambientais. O indígena Juventino Kaxuyana disse esperar que as propostas sejam consolidadas e que "os encontros e debates tragam a melhoria, não só para as populações indígenas, mas também da questão ambiental".

Segundo a socióloga Weleda Freitas, integrante do Grupo de Estudos de Pesquisas sobre Populações Indígenas (Gepi) da Universidade Federal do Pará (UFPA), a realização desse evento permitiu que os índios fossem escutados. "O seminário apresentou uma metodologia em que foi possível escutar cada um dos segmentos presentes na plenária, principalmente o indígena. Afinal, a terra para esses povos é o princípio e a garantia da reprodução social, política e cultural", explicou a socióloga.

Secretaria - O território paraense apresenta mais de 30 etnias indígenas, de acordo com a Fundação Nacional do Índio (Funai). Um dos pontos abordados por acadêmicos, representantes de governo e povos indígenas foi a necessidade de criação de uma secretaria de governo no Pará, responsável pelas questões indígenas no Estado. Segundo os participantes, também é preciso rever a segurança nessas terras.

Os povos indígenas defenderam ainda a concepção de uma linha de crédito e o apoio à produção, escoamento e comercialização do artesanato indígena, com a criação de um selo que certifique a origem do produto.

Para uma das organizadoras do encontro, Cláudia Kahwage, da Diretoria de Áreas Protegidas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), o evento cumpriu seu objetivo, que era "fazer um levantamento preliminar das questões territoriais indígenas e contribuir para a sensibilização de conservação do meio ambiente".

O seminário foi organizado pela Sema, como parte do projeto "Conservação da Biodiversidade em Terras Indígenas do Pará". As informações levantadas serão transformadas em uma publicação, que servirá de insumo para o Programa de Gestão Territorial e Ambiental em Terras Indígenas do Pará, na execução em grande escala da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental das Terras Indígenas, coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e pela Funai.

Ascom/Sema
Fonte:jusbrasil.com.br

Nenhum comentário: