Seja bem-vindo! Hoje é

Quinze mil índios escolhem novos capitães de aldeias em Dourados

Quase quinze mil índios da Reserva Indígena de Dourados vão às urnas no dia 20 de dezembro, data do aniversário da cidade, para eleger os novos capitães das aldeias Bororó e Jaguapiru.

A eleição está mobilizando dez candidatos que disputam um mandato de quatro anos. Disputam o cargo de capitão da aldeia Bororó os índios Ricardo Arce, César Isnardi, Carlos Benites, Tibúrcio Fernandes e Chatalim Benites.

A aldeia Bororó fica na região mais empobrecida da Reserva Indígena onde vivem cerca de oito mil índios. Há vinte anos que o agricultor Luciano Arévalo é capitão da Bororó que pela primeira vez realiza uma eleição direta.

Na Aldeia Jaguapiru, onde moram aproximadamente sete mil indígenas, disputam o cargo de capitão o estudante de Administração de Empresa Izael Terena, Laucidio Flores, Renato de Souza, Catalino e Diomar Peixoto. Há vinte anos que a reserva de Dourados tem dois capitães. “Antes tínhamos apenas um capitão para as duas aldeias”, afirmou Izael Terena que está fazendo campanha diariamente em todos os locais da reserva.

Poderão votar na escolha de capitão todos os índios maiores de dezesseis anos que tenha documento de identificação com fotografia. No dia 20 dezembro haverá urnas na Escola Araporã na Aldeia Bororó e na Escola Ramão Martins da Jaguapiru.

Izael Terena e Chatalim Benitez estão na disputar e na tarde desta quarta-feira estavam fazendo campanha na Praça do Cinquentenário onde um grupo de índios está acampado em protesto a permanência da administradora regional da Funai Margarida Nicoletti no cargo.

Izael e Chatalim defendem a demissão imediata de Margarida por entenderem que ela é “nociva” para os índios douradenses que na opinião dos candidatos “estão com dificuldades para sobreviver por causa da política adotada pela administradora”.


Fonte: fatimanews.com.b

Nenhum comentário: