Seja bem-vindo! Hoje é

Indígenas libertam servidores da Funasa em Sidrolândia

Os indígenas da aldeia Córrego do Meio libertaram na madrugada de hoje os servidores da FUNASA (Fundação Nacional de Saúde) seqüestrados na manhã de ontem, no município de Sidrolândia. O motorista Oséas Bezerra Lins, o médico Zelik Trabjer, as dentistas Luana Bertagnolli e Fabiana Freitas, e o presidente do Condisi (Conselho Distrital Indígena) Fernando Silva estiveram sob o domínio dos indígenas, que exigiam a saída de Fernando Silva da presidência do Condisi.
De acordo com a Funasa, os servidores iriam fazer o atendimento de rotina na aldeia, quando acabaram presos no local. A Polícia Federal de Campo Grande foi até o local onde foram feitas as negociações. Por volta das 18 horas de ontem, as duas dentistas foram libertadas. O restante do grupo permaneceu com os indígenas até a madrugada, onde por volta das 4 horas da manhã foram libertados.
Oito indígenas e o servidor da FUNASA, Josias Reginaldo da Silva são suspeitos de comandarem o seqüestro.

Jefferson Gonçalves - Capital News (www.capitalnews.com.br)

Nenhum comentário: