Seja bem-vindo! Hoje é

Incra é barrado por contrários à demarcação de terra quilombola

Um grupo de produtores rurais do distrito de Picadinha em Dourados impediu na final da tarde de ontem, 13 de maio, uma equipe do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agraria) de fazer a demarcação das terras da região consideradas como pertencentes a remanescentes de quilombolas.

O agricultor Rudi Eberhart disse que os funcionários do Incra não estavam com ordem judicial para entrar nas terras e por isso foram barrados. O clima ficou tenso no local e a PF (Polícia Federal) escoltava os agrimensores do Incra.

O advogado José Tibiriçá Ferreira, que tem propriedade na Picadinha, afirmou que entrou em contato com o senador Valter Pereira (PMDB), que fez gestões junto ao superintendente do Incra em Mato Grosso do Sul Flodoaldo Alencar pedindo uma providência para o caso.