Seja bem-vindo! Hoje é

Lagoinha de luto!!!!

A morte de Reginaldo Miguel, ex-cacique da aldeia Lagoinha, um dos fundadores da mesma, falecido no último dia 24 desde mês deixou uma etnia com semblantes baixos, pois quem o conheceu de perto, sabe da sua importância, desde a criação das aldeias Terenas de Aquidauana, até os dias atuais.
Quero nestas poucas linhas deixar o meu luto pelo seu falecimento, meus pêsames a toda sua familia, aos filhos e netos e minha pequena experiência que tive ao visita-lo em 2007. Naquele fim de tarde com sol escaldante fui conduzido até ele por seu neto, Carlos Ronaldo Miguel da Silva, que com carinho e respeito o chamo de primo carlos, ao vê-lo descansando sentado em uma cadeira questionei algumas perguntas ele me respondeu, mas eu não conseguia entender, seus lábios não estavam lhe obedecendo, onde seu neto me fez a tradução, fiz questão de tirar algumas fotos ao seu lado e tenho guardado até hoje como lembrança de uma de minhas vizitas a aldeia Lagoinha, pude perceber no seu olhar a fadiga e exaustão em seu corpo.
Reginaldo, um dos troncos Terenas da Aldeias Lagoinha, nos deixa uma lacuna em nossa etnia, pois leva consigo parte da história Terena e seu conhecimento adquirido ao longo de sua vivência.
Tanta consideração e reconhecimento por parte dos Terena de sua aldeia, que a escola estadual da mesma leva com honra e orgulho seu nome: Escola Estadual Indígena Pastor Reginaldo Miguel-Hoyenó'o, o que nos conforta é que ele pode não estar entre nós, mas sabemos que ao erguermos nossas cabeças para o céu, ele estará a nos olhar.